Cuidado orquídea | Plantas

As orquídeas são uma planta muito popular encontrada em todo o mundo. A orquídea é o segundo maior grupo no campo de plantas cobertas logo atrás da família das margaridas. Eles são considerados particularmente bonitos. Por esse motivo, a orquídea é a verdadeira rainha das plantas para muitos amantes de flores.

Orquídeas e erros no cuidado de orquídeas

A biodiversidade da orquídea é enorme. No total, existem até 30.000 espécies reconhecidas.

Os erros mais comuns no cuidado de orquídeas
Os erros mais comuns no cuidado de orquídeas

O texto a seguir descreve algumas dicas e truques para o cuidado e bom manejo de orquídeas. Além disso, é discutido quais erros são freqüentemente cometidos no tratamento de orquídeas.

Basicamente, a orquídea é uma planta muito fácil de usar que não é particularmente exigente. No entanto, existem alguns erros que podem ser cometidos no cuidado dessas belas e diversas plantas.

Para que isso não aconteça e a orquídea possa se sentir confortável, o texto a seguir fornece informações sobre como fazê-lo corretamente. Porque o crescimento de orquídeas pode ser idealmente promovido com a estrutura certa.

Os erros mais comuns no tratamento de orquídeas - escolher o vaso certo

Isso inclui a compra de um vaso adequado para as orquídeas. O tamanho do pote é decisivo aqui. Certifique-se de que o vaso da sua orquídea tenha um tamanho apropriado para a planta.

Isso significa que o vaso de orquídeas não deve ser muito grande. A razão para isso é que o vaso dá estabilidade à planta. No entanto, esse objetivo não pode ser alcançado em um pote muito grande. Na pior das hipóteses, a orquídea não é suportada adequadamente devido ao vaso grande.

No entanto, isso é necessário para que a flor possa crescer de maneira ideal. Nesse caso, mais espaço não significa mais crescimento. É o contrário. Isso prejudicará a planta se você comprar um vaso muito grande.

Uma orquídea que não tem estabilidade no vaso não cresce bem. Portanto, procure um pote menor. Esta é a única maneira pela qual as raízes da orquídea podem ser perfeitamente ancoradas. Além disso, os vasos menores são adequados para a quantidade de água a ser derramada.

Água demais - a planta será regada

Como qualquer outra planta, as orquídeas precisam de água para viver. No entanto, porque as orquídeas têm folhas que não podem fornecer muita água por causa de suas propriedades específicas, a dosagem certa é essencial.

Após o tratamento completo das raízes, a água restante deve ser removida. O risco da planta ser regada é maior que o risco da planta secar. Devido às suas propriedades, a orquídea pode se sair muito bem sem água por um longo tempo. A rega adequada é, portanto, o princípio essencial de todos os cuidados com as orquídeas.

Sem luz solar direta

Mesmo que a orquídea chegue até nós de regiões tropicais, ainda não é uma adoradora do sol na forma de um sol escaldante.

Ao contrário de muitas outras plantas, ela gosta do sol, mas apenas indiretamente. Se ficarem expostos ao sol por muito tempo, tornam-se sensíveis a elas ao obter manchas escuras. Não parece agradável e a planta se sente desconfortável. Nesse caso, você deve procurar um novo local para a flor: brilhante, mas com a menor exposição direta ao sol possível.

Umidade muito baixa

O ar na sala não deve estar muito seco, porque a orquídea também não gosta disso. Como já foi escrito, muitas espécies de orquídeas são originárias de regiões subtropicais ou tropicais e estão acostumadas a uma umidade mais alta do que a habitual em apartamentos. Uma orquídea prefere ar úmido e quente.

Para criar a umidade do ar, por exemplo, a planta pode ser pulverizada com água. No entanto, essa é apenas uma medida de curto prazo, mas pode ser necessária. Porque queremos que as orquídeas floresçam.

Cuidado ao cortar as orquídeas

Outra instrução de cuidado diz respeito às raízes que se projetam da panela. Estes não são bonitos de se olhar.

No entanto, as raízes são importantes para a orquídea. Eles são o centro da planta e, portanto, responsáveis ​​pelo suprimento de nutrientes. Há uma exceção: se as raízes apodrecem ou morrem, é claro que elas podem ser removidas.

Muito fertilizante - a dosagem certa de fertilizante

A orquídea tem uma exigência nutricional relativamente baixa. A fase de vegetação da planta é de abril a setembro. Somente neste momento a planta deve ser fertilizada no máximo duas vezes por mês. Depois disso, a fertilização não é mais necessária e, portanto, deve ser omitida.

Sem mudanças excessivas de temperatura

A orquídea ama o hábito. Isso também se aplica ao nível das temperaturas. Se a temperatura muda na sala em que a planta vive, ela não se sente mais confortável e para de florescer. Para evitar isso, deve-se garantir que a temperatura ambiente seja aproximadamente a mesma ao longo do ano. Por esse motivo, as orquídeas não gostam de ar de aquecimento direto. Encontre um local onde o aquecimento não aqueça diretamente por baixo, mesmo no inverno.

Fotos de orquídeas

E agora queremos lembrá-lo por que vale a pena investir tempo e esforços no cuidado adequado de uma orquídea.

Clicar em um link abre as fotos em uma galeria de fotos para aumentá-las:

publicidade

Você tem perguntas, sugestões ou críticas? Você está procurando um desenho da sua foto? Fale Conosco.